Eduardo da Fonte promete engajamento pessoal nas eleições de 2020 no Recife

Publicado em 07/02/2019 às 13h00

Em entrevista exclusiva concedida ao radialista Alberes Xavier, parceiro do Blog Ponto de Vista e apresentador do Programa Cidade em Foco, o presidente estadual do PP e deputado federal Eduardo da Fonte destacou o crescimento do partido no estado e apontou para o futuro com a promessa de trabalhar para que a sigla cresça nas eleições municipais, sobretudo, no Recife.

Atualmente com a segunda maior bancada no Legislativo da capital com cinco vereadores, o PP é visto como uma sigla estratégica que deverá ter um papel de protagonismo nas eleições de 2020.

Com a experiência de quem conseguiu montar uma chapinha que elegeu 10 deputados estaduais, Da Fonte promete concentrar o mesmo esforço para que a sigla amplie significativamente a sua bancada no Recife. “A grande frente que nós construímos e que tivemos o respaldo do povo votando no nosso partido no estado de Pernambuco, nós vamos também fazer na cidade do Recife”, afirmou, ressaltando também a unidade do partido como segredo para o sucesso.

No cenário que se desenha, o PP deverá mesmo ser o fiel da balança nas eleições do próximo ano na capital, sobretudo para o PSB, que buscará emplacar o sucessor de Geraldo Júlio e precisará para isto do máximo de apoio de partidos e lideranças.

Com Jarbas prestes a perde o MDB para Fernando Bezerra e dando sinais de diálogo com a oposição, gesto evidenciado no encontro que aconteceu recente com Armando Monteiro; André de Paula insatisfeito e sendo lembrado pelo presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, como nome para concorrer à prefeitura do Recife; e o PR nas mãos de Anderson Ferreira, resta ao PSB apenas dois partidos grandes, o PT e o PP. 

O PT, por sua vez, apesar de está bem abrigado nos primeiros escalões do Governo do Estado e Prefeitura do Recife, é um partido rachado que tem em Marília Arraes uma das maiores críticas ao governo. Além disso, não é segredo que o PT é um partido instável e um aliado com data de validade determinada, uma vez que o senador Humberto Costa sonha acordado em ser candidato novamente ao Governo do Estado.

O PP, no entanto, é o único dos grandes partidos que hoje integram a Frente Popular que pode garantir ao PSB não só a participação da sigla na coalizão, mas também o engajamento de suas lideranças na campanha.

Nao há dúvidas de foi percebendo todo este cenário que Eduardo da Fonte decidiu dar uma atenção especial ao Recife nos preparativos para as eleições do próximo ano.

Aos amigostudo! – O Presidente estadual do Solidariedade, o deputado Augusto Coutinho, tem se esforçado ao máximo para emplacar o ex-deputado Kaio Maniçoba no comando do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

Como uma luva – Caso consiga ser nomeado para o Dnocs, Kaio terá nas mãos um Órgão que lhe dará a estrutura necessária não apenas para mostrar a sua capacidade de gestão, mas também para fazer um contraponto a Rodrigo Novaes, secretário estadual de Turismo e seu adversário na região do sertão de Itaparica. 

Será que vai encarar ? – O ex-deputado federal Marinaldo Rosendo (PP) tem sido lembrado nas rodas políticas do município de Timbaúba como opção competitiva para desbancar o prefeito Elias Felinto (PSDB) nas eleições do próximo ano. Ex-prefeito de Timbaúba por dois mandatos, Marinaldo também vem sendo estimulado por amigos para concorrer.

Chegando primeiro – Sem perder tempo, o Pr. Cleiton Collins (PP) foi o primeiro deputado a correr atrás de assinaturas para criar uma Frente Parlamentar. Reconhecido por sua atuação junto à Organizações Não Governamentais empenhadas na recuperação de dependentes químicos, Collins sugeriu a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Vida, Família e Políticas Sobre Drogas.

Ficou de fora – Apesar de ser de Petrolina, o deputado estadual Antônio Coelho (DEM) não foi convidado para participar da Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco, criada por Lucas Ramos (PSB), adversário da família Coelho. Além de Lucas, que será o coordenador dos trabalhos, a Frente tem como membros os deputados Isaltino Nascimento (PSB), Dulcicleide Amorim (PT), Roberta Arraes (PP), Fabrizio Ferraz (PHS) e Cleiton Collins (PP). Embora possa pedir para participar do grupo de trabalho, Antônio Coelho já deve ter percebido que a posição de Lucas Ramos em relação a ele é de total indiferença.
 

Barragem e seca – Outras duas Frentes Parlamentares também foram criadas. Uma, de autoria do deputado Antônio Moraes (PP), tem por objetivo discutir junto aos órgãos estaduais competentes a situação das barragens de Pernambuco; já a outra foi de iniciativa do deputado Antônio Fernando (PSC) e tem por propósito ampliar buscar ações que minimizem a crise hídrica no estado.

Com gosto de gás  – O líder da Oposição na ALEPE, Marco Aurélio (PRTB) promete fazer marcação cerrada ao Governo não apenas na tribuna da Assembleia, mas também nas ruas visitando regulamente os órgãos estaduais para verificar o andamento dos serviços prestados, além de obras paralisadas.  

Agora é diferente! – Ao contrário da legislatura passada, quando deputados da oposição tiveram a entrada barrada em visitas a hospitais e presídios, Marco Aurélio afirma que não se intimidará e garante que no exercício de sua função entrará em todos os locais que visitar e ninguém irá impedir.

Knowhow – Com passagens nos gabinetes dos ex-deputados Geraldo Melo e João Fernando Coutinho, Bruno Oliveira foi confirmado na chefia de gabinete de Guilherme Uchôa Júnior (PSC). Com larga experiência na área, Bruno tem um perfil proativo e possui a bagagem necessária para contribuir substancialmente com o mandato do herdeiro do inesquecível Guilherme Uchôa (in memorian).

CURTAS 

Ficha suja – Assim como o seu criador Edberto Quental, que acumula 8 contas rejeitadas no TCE-PE e na Câmara de Vereadores de Condado, a ex-prefeita Sandra Félix (PSDB) caminha para ficar inelegível. Uma de suas contas será julgada pelos vereadores na próxima segunda-feira (18/02). Os parlamentares devem seguir a recomendação do Tribunal pela rejeição.

Sem meias palavras – Recém-chegado na ALEPE, o delegado Lessa (PP) já tem sido apontado pelos colegas como “homem de uma palavra só”. Para quem teve a oportunidade de conversar com o delegado percebe que ele não gosta de arrodeios, é direto nas respostas e mantém o que diz. Perfil deste tipo é difícil de encontrar na política.

Baixa – Com a decisão do prefeito Luciano Duque (Serra Talhada) de deixar o PT, o partido perderá a sua liderança de maior expressão no sertão do Pajeú. Agora resta a Duque encontrar outra legenda para abrigar a si e ao seu grupo político. Não faltarão interessados em seu passe.

Participe! – Quer que notícias da política da sua cidade sejam abordadas no Blog Ponto de Vista? Entra em contato conosco pelo Whatshap (81) 99908-5249.

Fonte: Blog Ponto de Vista.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||