Humberto evita rebater Ciro: 'Na prática, a gente vai estar junto'

Publicado em 08/02/2019 às 18h00
Senador Humberto Costa protestou, mais uma vez, contra o final do Programa Mais Médicos e não acredita que as 8,5 mil vagas serão preenchidas
Senador Humberto Costa protestou, mais uma vez, contra o final do Programa Mais Médicos e não acredita que as 8,5 mil vagas serão preenchidasFoto: Divulgação

Foi acompanhado do ex-governador Jaques Wagner que o senador Humberto Costa fez uma visita ao ex-presidente Lula, ontem, em Curitiba. Conversaram por pouco mais de uma hora. A visita ocorreu um dia depois de a juíza substituta Gabriela Hardt condenar Lula a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro em ação da Lava Jato sobre sítio de Atibaia. Segundo Humberto, Lula estava "inconformado com fato de que o proprietário do sítio foi condenado também". Lula, segundo o senador, acha que a questão dele para ser resolvida exige um "componente político". E pondera: "Sem que haja enfrentamento político, fica difícil". Ainda ontem, a um público de estudantes na Bienal da UNE, em Salvador, Ciro Gomes criticou jovens por defenderem políticos envolvidos em corrupção. Ao ser vaiado, disparou: "Eu estou solto, 38 anos de vida pública, nunca respondi por nenhum malfeito. Eu sou limpo". Na esteira, sapecou por três vezes: "O Lula está preso, babaca". Foi a mesma fala usada pelo irmão, Cid Gomes, em ato pró-Fernando Haddad na disputa presidencial. Humberto Costa minimizou: "Não vou comentar, não vejo sentido de a gente ficar alimentando esse debate. Nós do PT queremos setores de oposição unidos". Sobre a tática do PDT de isolar o PT no legislativo, Humberto contemporiza: "A questão de isolar, não isolar...Na prática, a gente vai estar junto de todo jeito".

Pacto no café da manhã
Na condição de presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do novo Pacto Federativo, o deputado federal Silvio Costa Filho vai à mesa com o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, na próxima terça-feira, em um café da manhã.

Federativo > O presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, que recebeu Aroldi em Pernambuco essa semana, acompanha a agenda. O encontro, na sede da CNM em Brasília, vai reunir prefeitos de todo o Brasil.

Surpresa > Sobre o nome do senador Fernando Bezerra Coelho estar cotado para liderança do governo, o senador Humberto Costa diz não ter informação sobre isso. "Isso iria me surpreender se acontecesse!", devolve Humberto.
 
Pedetistas... > Presidente do PDT-PE, Wolney Queiroz não só marcou presença na transmissão de cargo da Secretaria de Habitação do Recife, anteontem, como reuniu o secretário da Micro e Pequena Empresa, Alberes Lopes e o presidente do Prorual, Fábio Fiorenzano.
 
...reunidos > A referida pasta é comandada por Isabella de Roldão, que foi vice de Maurício Rands na corrida pelo Governo do Estado. O que seria um ato protocolar acabou virando uma solenidade. Faltou só o deputado federal Túlio Gadêlha.
 
Investimento > Questionado sobre o motivo da sua briga com o ex-prefeito João Paulo, o vereador do Recife, João da Costa, bem-humorado, sapecou: "Isso vai ser parte do meu livro de memórias. Se contar antes, ninguém vai querer ler".
 
Um Gasto... > Como a coluna publicou em primeira mão, ontem, no portal da FolhaPE, a Assembleia Legislativa cancelou a compra de 4 mil livros, o que resultaria em custo de R$ 1,8 milhão com propósito de "homenagear" o ex-governador Miguel Arraes. 
 
...A menos > A aquisição já havia sido suspensa a pedido do Ministério Público de Contas, mediante cautelar da conselheira Teresa Duere, do TCE, que proibia o pagamento dos livros. O cancelamento da compra foi informado no Diário Oficial ontem. Seriam distribuídos uns "kit-box" com dois livros, ao custo unitário de R$ 456.

 

Fonte :Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||