Ciro Gomes abre fogo contra o PT e o presidente Bolsonaro

Publicado em 14/03/2019 às 10h00

Ciro Gomes é o político mais polêmico do Brasil, na atualidade. Perdeu três eleições para presidente da República, mas continua na luta, fazendo barulho, e só não será candidato novamente em 2020 se não quiser, dado que o presidente nacional do seu partido, Carlos Lupi, desde já lhe deu esta garantia. Ciro, após a eleição de 2018, vencida pelo atual presidente, Jair Bolsonaro, prometeu que se manteria calado nos 100 primeiros dias do novo, mas sua língua não aguenta ficar calado por muito tempo. Por isso, aproveitou um evento em São Paulo, no início desta semana, para fazer suas primeiras críticas ao presidente da República dizendo que “botaram um garoto de 13 anos, um adolescente tuiteiro para governar o país”, provavelmente se referindo ao filho mais novo de Bolsonaro, Carlos, a quem se atribui a decisão do pai de afastar do governo o ex-ministro Gustavo Bebianno.  Dia seguinte, numa entrevista ao jornal “Valor Econômico”, Ciro encampou o discurso de Bolsonaro ao acusar o PT de estar sendo comandado por uma “quadrilha”. Ele disse que foi “agredido, caluniado e atropelado pelas costas por essa canalha da cúpula do PT”, cuja presidente, deputada Gleisi Hoffmann, seria a “chefe” da “organização criminosa”. Não demorou muito para a petista responder as críticas do ex-ministro, a quem classificou de “coronel oportunista, ressentido e covarde”, pois quando a “conjuntura” (2º turno da eleição presidencial) exigia a presença dele no Brasil, para apoiar Fernando Haddad (PT), “fugiu para Paris” para não votar no candidato petista. Foi mais além e disse também que Ciro estaria à espera do surgimento de novas crises “para se apresentar como salvador da burguesia e do sistema financeiro”. Esse é apenas o primeiro capítulo de guerra de Ciro contra o PT e contra Bolsonaro, que deverá se prolongar pelos próximos quatro anos.

Acorda, Bolsonaro!

O prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, garante que seu partido deseja integrar-se à base de apoio ao governo Bolsonaro no Congresso Nacional, mas cobra do presidente que defina “com clareza” quem irá coordenar sua articulação política. O DEM tem três ministros no governo, mas ainda não se declarou, oficialmente, membro da bancada governista. Aliás, partiu de ACM a ordem para expulsar sumariamente do partido, ontem, o ex-PM Elcio Queiroz (RJ), acusado de participação no assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). 

Declaração infeliz

Quando o Brasil ainda lamentava a tragédia ocorrida ontem de manhã numa escola pública de Suzano (SP), quando dois atiradores assassinaram 8 estudantes e depois se suicidaram, o senador Major Olímpio (PSL-SP) teve a coragem de dizer que o banho de sangue poderia ter sido evitado “caso professores e funcionários estivessem armados”. O major encampou a tese que é defendida pelo presidente da República. 

Ainda internado

O deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) permanece internado há mais de 15 dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, diagnosticado com chikungunya e diverticulite. A alta que está prometida para amanhã (15) talvez necessite ser adiada.

Solidariedade pernambucana

Mais 23 venezuelanos, procedentes de Roraima, desembarcaram ontem na Base Aérea do Recife, de onde foram transportados para a ONG Aldeias Infantis no município de Igarassu. Com isto, já são 260 o total de venezuelanos que foram acolhidos em Pernambuco através do secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Um ano sem Marielle

O PSOL pernambucano preparou uma série de atividades para assinalar, nesta quinta-feira (14), o primeiro aniversário do assassinato da vereadora Marielle Franco (RJ). A programação terá inicio às 6h com o “amanhecer por Marielle” na Câmara Municipal do Recife. A partir das 10h, o grande expediente da Alepe será dedicado à ex-vereadora.

Encontro de mulheres (I)

Caruaru irá sediar, amanhã (15), o I Encontro de Participação Política para Mulheres. O evento será realizado na sede da ACIC, das 8h às 17h, em alusão ao dia 24 de fevereiro de 1932, data em que as mulheres brasileiras conquistaram o direito ao voto. A prefeita Raquel Lyra (PSDB) abrirá o Encontro, que terá a participação das deputadas Gleide Ângelo (PSB), Carol Vergolino (PSOL), Priscila Krause (DEM) e Alessandra Vieira (PSDB).

Encontro de mulheres (II)

Também foram convidadas para o Encontro de Mulheres as prefeitas Regina Cunha (Itaíba), Madalena Brito (Arcoverde), Mariana Mendes (Cumaru), Verônica Oliveira (Gameleira), Débora Almeida (São Bento do Una), Ana Célia Farias(Surubim) e Joelma Campos (Panelas) e a vereadora Célia Cardoso (Arcoverde).

Pelo teto do INSS

O senador e os 9 deputados federais eleitos com ajuda do movimento “RenovaBR” se anteciparam à PEC da reforma previdenciária ao anunciar que resolveram abrir mão da  aposentadoria especial para parlamentares. Eles acham que a aposentadoria dos deputados não deve ser superior ao teto do INSS, que hoje é de R$ 5.839,45. Ontem, o ministro Paulo Guedes (Economia) tomou café com líderes de bancada na Câmara Federal para explicar detalhes do projeto.

Terceira derrota

O deputado Felipe Carreras (PSB) sofreu o terceiro revés judicial em sua tentativa de adiar o leilão do Aeroporto Internacional dos Guararapes que está previsto para amanhã. O desembargador Francisco Roberto Machado, que julgou o feito no TRF da Quinta Região (Recife), disse que o deputado não apresentou nada de novo em relação ao pedido que já havia sido indeferido anteriormente.

No fundo do poço

A barragem de Jucazinho, localizada no município de Surubim, amanheceu ontem com apenas 2,78% da sua capacidade de acumulação, o que corresponde a aproximadamente  9 milhões de metros cúbicos. Por causa disso, a Compesa vai alterar, de novo, o calendário de abastecimento nos 11 municípios atendidos pelo reservatório.

Sem intermediários

O deputado Álvaro Porto (PTB) propôs ontem que a Assembleia Legislativa se mobilize para criar um mecanismo que garanta a chegada de recursos da União e do Governo do Estado diretamente aos hospitais públicos, especialmente os oriundos de emendas parlamentares.

Trinta anos do TRF-5

No próximo dia 30,  o Tribunal Regional Federal da 5ª Região estará comemorando 30 anos de instalação e para celebrar a passagem da data foi elaborada uma vasta programação. No próximo dia 18, haverá sessão do Pleno para homenagear os 10 juízes federais integrantes da primeira composição do TRF e outros 81 servidores que tomaram posse naquela ocasião. O TRF-5 tem jurisdição sobre os Estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Sergipe e nele foram tomadas decisões de vanguarda, como a da desembargadora Margarida Cantarelli, que se antecipou em 10 anos (2001) ao STF no reconhecimento do direito à pensão por morte para companheiro homossexual.

Para melhorar o carnaval 

O vereador Jorge Federal (PR), presidente da Câmara de Olinda, propôs a realização de uma Audiência Pública para discutir melhorias no planejamento do carnaval de 2020. Ele disse que a falta de mobilidade no acesso ao corredor da folia foi admitida pelo próprio prefeito, professor Lupércio (SD), como uma das falhas graves do carnaval deste ano.

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||