Prefeitura inicia levantamento socioeconômico das famílias afetadas com a Adutora Tapacurá

Publicado em 29/03/2019 às 13h00

A Prefeitura de São Lourenço da Mata iniciou na última quarta-feira (27), o levantamento socioeconômico das famílias que residem na faixa de servidão da Adutora Tapacurá. O trabalho, que está sendo realizado em conjunto com as secretarias municipais e encabeçado pela Assistência Social, Planejamento e Procuradoria, conta inicialmente com cerca de 10 funcionários para realizar o levantamento, e deve ser concluído em até 30 dias.

A secretária de Assistência Social, Kely Morgana, explicou que o trabalho faz parte de uma das solicitações feitas pelo Ministério Público à Prefeitura. “A coleta de dados está sendo feita inicialmente no bairro da Beira Rio e seguirá toda extensão da adutora. Como a Compensa não mencionou o real quantitativo de famílias que serão afetadas com a adutora sentimos a necessidade de realizar esse laudo. Bem como, entre as medidas estabelecidas em audiência judicial estavam a divulgação oficial do caso, no site da Prefeitura e nas redes sociais, a notificação individual dos moradores dos imóveis em situação de possível risco e o levantamento socioeconômico das famílias”, explicou Kely.

Kely adiantou ainda que o levantamento ajudará a planejar quais ações serão necessárias. “Queremos identificar, por exemplo, o número exato de famílias, quem trabalha, quantas são as pessoas idosas e se há deficientes, entre outras questões. Essas informações nos ajudará também a subsidiar o pleito de benefícios e assegurar a garantia de direitos dessas pessoas, além é claro, das futuras ações concretas que poderemos desenvolver”, disse a secretária.

Fonte :Prefeitura de São Lourenço da Mata.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||