Instalação deu sinal positivo para votação de hoje na Alepe

Publicado em 11/07/2019 às 14h00
O advogado Carlos Neves foi escolhido pelo governador Paulo Câmara para ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado
O advogado Carlos Neves foi escolhido pelo governador Paulo Câmara para ser conselheiro do Tribunal de Contas do EstadoFoto: Divulgação/Facebook

O quórum para instalação da sessão legislativa extraordinária que vai analisar e votar a escolha do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado era de dez parlamentares. Havia 35, ontem, na Casa de Joaquim Nabuco. Considerando o período de recesso parlamentar vigente, o referido número foi interpretado internamente como um sinal da boa aceitação, na Assembleia Legislativa, do nome do advogado Carlos Neves, indicado pelo governador Paulo Câmara. Conselheiro Federal da OAB e de perfil técnico, ele se enquadrou nos pré-requisitos que vinham sendo listados mesmo por membros do TCE-PE. Em encontro anteontem na Alepe, o presidente Eriberto Medeiros reuniu 26 deputados em conversa prévia com Carlos Neves, que investiu no corpo a corpo intenso nos últimos dias.

Na tarde de ontem, ele voltou a ter conversas com parlamentares na Alepe, onde esteve no período da tarde. A sabatina na Comissão de Constituição e Justiça está marcada para as 9h de hoje e a votação no plenário, para as 11h. Cauteloso, Carlos Neves, a despeito do bom trânsito, tem mantido o silêncio. Para o nome dele ser aprovado, hoje, serão necessários 25 votos. Consolidando-se a votação, amanhã mesmo ele deverá entregar a carteira da OAB e o cargo de Conselheiro Federal da Ordem, assim como deverá se desligar do escritório de advocacia onde atua em sociedade com mais três advogados: André Coutinho, Rogério Barbosa e Fernando Carvalho.

Cerimonial do TCE inicia contatos
Como a coluna cantara a pedra, no Tribunal de Contas do Estado, a expectativa de que a nomeação de Carlos Neves saia no Diário Oficial amanhã já levou o cerimonial a iniciar os contatos em torno da possível posse formal, que é esperada para as 10h de amanhã mesmo. A festiva deve ser marcada posteriormente.
 
Pego de... > Foi um dia antes de procurar Eriberto Medeiros para comunicar a escolha de Carlos Neves que o governador Paulo Câmara entrou em contato com o advogado para fazer o convite. A conversa se deu na última sexta-feira e Carlos Neves estava voltando de São Paulo. Desembarcou no Recife às 18h.
...surpresa > Carlos Neves seguiu direto para casa do governador. Pego de surpresa, o advogado aceitou o convite de pronto. O chamado foi lido mais como uma convocação, missão. Aos 44 anos, Carlos Neves tem 31 pela frente ainda no TCE.
 
trânsito > Carlos Neves advogou para quatro governadores de Pernambuco: Jarbas Vasconcelos, Mendonça Filho, Eduardo Campos e Paulo Câmara. Em 2006, advogou na campanha do democrata, que enfrentou Eduardo Campos. Para Jarbas, advogou quando ele deixou o Governo do Estado para concorrer ao Senado. Em 2012, foi convidado por Eduardo para advogar na campanha de Geraldo Julio. Em 2014, então, coordenou a campanha de Paulo Câmara, assim como em 2018.
 
HORIZONTE > A despeito de o PSB ter fechado questão contra a reforma da previdência, Felipe Carreras manteve posição e votou "sim". Adversário dele, Daniel Coelho chegou a elogiar o socialista no Twitter pela "coragem em enfrentar o populismo irresponsável do PSB". Com a candidatura em potencial de João Campos, Carreras e Daniel não devem se enfrentar em 2020.
 
Passou longe > Um graduado socialista diz que será preciso esperar para ver o desfecho, mas define o fechamento de questão como “precipitado”. Um parlamentar explica que Carlos Siqueira temia que o PSB fosse decisivo para aprovação. O partido levou a pecha na votação do impeachment. Mas, ontem, placar foi de 379 x 131.
 
Fonte : Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||