Urnas surpreenderam equipe de Bolsonaro

Publicado em 09/10/2018 às 06h45

O resultado avassalador em favor de apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) nas urnas surpreendeu o candidato e sua equipe mais próxima. Eles esperavam, por exemplo, eleger entre 30 e, no máximo, 40 deputados. O PSL saltou de um para 52 parlamentares.

A eleição de Arolde de Oliveira (PSD-RJ) para o Senado, no Rio, foi outra surpresa. “Feliz com minha vitória, incompreensível aos olhos humanos mas perfeitamente natural quando aceitamos a vontade de Deus”, escreveu a um amigo.

“Para nós, que somos crentes, Deus quis”, disse ele à coluna. “Era algo imprevisível porque eu fiz uma estratégia que poderia dar errado. Mas ninguém entra numa campanha para perder.”

Ele explica que seu partido, o PSD, fez aliança com Geraldo Alckmin (PSDB-SP). Mas, no Rio, não deu palanque ao tucano. Em troca, a família de Bolsonaro o apoiou, colocando seu nome em todos os santinhos do candidato distribuídos aos eleitores.

A passagem da eleição para o segundo turno também foi inesperada. Bolsonaro viu a apuração pela televisão com assessores próximos e ficou certo de que ganharia na primeira rodada quando chegou a 49% dos votos das urnas apuradas. Depois, o percentual começou a cair. 

Fonte : Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo.

Blog do Magno Martins.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||